Além das diferentes versões do software de gerenciamento de banco de dados Oracle, a Oracle Corporation subdivide seu produto em "edições" variáveis - aparentemente por razões de marketing e controle de licenças.
Enterprise Edition (EE) inclui mais funcionalidades que a ´Standard Edition´, especialmente nas áreas de performance e segurança. A Oracle Corporation licencia este produto na base de usuários ou de núcleos de processamento, normalmente para servidores com 4 ou mais CPUs. EE não tem limite de memória e pode utilizar clusterização usando o software Oracle RAC.

Opcionais para o Oracle Database Enterprise Edition (EE)

Oracle Real Application Clusters – implementa uma solução de alta disponibilidade através de cluster de banco de dados.

Enterprise Edition Options Active Data Guard – melhora o QA (Quality of Service) ao transferir atividades frequentemente acessadas do banco de dados de produção para um ou mais banco de dados standby.

Enterprise Edition Options Advanced Compression – oferece um conjunto de funcionalidades de compressão que auxiliam maximizar a utilização de recursos e reduzir custos.

Oracle Partitioning – habilita um melhor gerenciamento, desempenho e disponibilidade de dados através da partição de tabelas e índices em pedaços menores.

Oracle Diagnostic Pack – habilita uma série de funcionalidades de diagnóstico automático de desempenho e monitoramento do banco de dados Oracle, permitindo maior controle dos processos de análise do desempenho e ocorrência de falhas.

Oracle Tuning Pack – conjunto de tecnologias totalmente inovadoras que automatizam todo o processo de ajuste de aplicações de banco de dados.

Oracle Configuration Management Pack – automatiza o processo demorado e sujeito a erros de gerenciar configurações e implementações de software e hardware.

Oracle Change Management Pack – proporciona aos administradores de BD a capacidade de avaliar, planejar e implementar alterações em esquemas de bancos de dados para atender às exigências de novas aplicações, com rapidez, sem erros e sem perda de dados.

Standard Edition (SE) contem a funcionalidade básica de banco de dados. A Oracle Corporation licencia este produto na base de usuários ou de sockets, normalmente para servidores com um à quatro CPUs. Se o número de CPUs exceder 4, o usuário deve migrar para a licença Enterprise. SE não possui limite de memória e pode utilizar clusterização com o Oracle RAC sem custo adicional.

Standard Edition One, introduzido com o Oracle 10g, possui algumas restrições de funcionalidades adicionais. A Oracle Corporation comercializa-o para uso em sistemas com uma ou duas CPUs. Ela não possui limitações de memória.

Express Edition (´Oracle Database XE´) , introduzido em 2005, oferece o Oracle 10g livre para distribuição nas plataformas Windows e Linux (com uma limitação de apenas 150 MB e restrita ao uso de apenas uma CPU, um máximo de 4 GB de dados de usuário e 1 GB de memória). O suporte para esta versão é feito exclusivamente através de fóruns on-line, sem o suporte da Oracle.

Oracle Personal Edition fornece a funcionalidade de "alto fim" da Enterprise Edition mas é comercializada (e licenciada) para desenvolvedores específicos que trabalham em estações de trabalho pessoais.

Oracle Database Lite, destinada para rodar em dispositivos móveis. O banco de dados, localizado parcialmente no dispositivo móvel, pode sincronizar com uma instalação baseada em servidor.

Para cada licença, temos os cenários abaixo:

LICENÇA PERPÉTUA VERSUS LICENÇA FINITA

A Oracle oferece licenças finitas e perpétuas para todos os seus produtos. Licença perpétua é uma licença que permite o uso contínuo do software, enquanto o cliente estiver em conformidade com todos os termos do contrato de licenciamento. A licença finita é válida por um período de tempo específico e limitado, durante o qual o usuário tem permissão para acessar e usar o software. No final do período, o usuário deve parar de usar o software, prorrogar o prazo, ou adquirir novas licenças mediante um contrato de licenciamento. A Oracle oferece licenças finitas anuais para todos os seus produtos, com duração de 1, 2, 3, 4 ou 5 anos.

PARÂMETROS DA LICENÇA

Os produtos da Oracle são licenciados com base principalmente em dois parâmetros: Named User Plus ou Processor. Named User Plus é usado em ambientes em que os usuários e/ou dispositivos podem ser facilmente identificados e contados. O parâmetro Processor é usado em ambientes em que os usuários não podem ser identificados e contados com facilidade.

PARÂMETRO NAMED USER PLUS

Este parâmetro é usado em ambientes em que os usuários podem ser identificados e contados. O parâmetro Named User Plus inclui tanto pessoas quanto dispositivos operados por máquinas. Todos que estiverem acessando o programa deverão ser licenciados. Há vários dispositivos não operados por seres humanos, tais como dispositivos de controle da temperatura. É importante notar que, se o dispositivo for operado por uma pessoa, ele precisa estar licenciado.

PARÂMETRO PROCESSOR

Este parâmetro é usado principalmente em ambientes em que os usuários de software não podem ser identificados ou contados com facilidade, como os aplicativos da Internet. O parâmetro Processor também é usado quando o custo benefício é maior do que o das licenças Named User Plus. Todos os processadores em que os programas da Oracle estiverem instalados e/ou em execução deverão ser licenciados. O número de licenças necessárias será determinado pela multiplicação do número total de núcleos do processador por um fator de licenciamento do processador do núcleo especificado na Oracle Processor Core Factor Table.

 

FAÇA SUA COTAÇÃO